TEXTO: Genesis 1.26-31.

26 Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, s conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. t

27 Criou Deus, pois, o homem u à sua imagem, à imagem de Deus o criou; v homem e mulher x os criou.

28 E Deus os abençoou z e lhes disse: Sede fecundos, a multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra. b

29 E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso vos será para mantimento. c

30 E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez.

31 Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. d Houve tarde e manhã, o sexto dia. e[1]

1-      De todas as coisas que Deus criou você é especial. Você não foi criado para viver só. O ser humano foi criado para viver em família, em comunhão com outras pessoas. A família é criação de Deus assim como as outras coisa que Deus criou ele disse que era muito bom.

2-      Deus não criou o homem para viver de qualquer maneira, o propósito de Deus é que O adoremos e O exaltemos. Só a Ele devemos adorar, só a Ele devemos prestar culto. Não fomos criado para vivermos sem servir a Deus. O homem tem necessidade de adorar alguma coisa. Você foi criado para adorar a Deus. Sua família foi constituída para adorar a Deus.

3-      Deus quer restaurar a nossa vida e também nossa família. Toda humanidade a partir de Adão caiu no pecado. Nossa família é alvo do ataque do diabo. Ele destruiu com a família de Adão, ele tem destruído muitas famílias ainda hoje, agora nesse momento, porque para muitos servir a Deus não é prioridade.

Foi por você e sua família que Jesus veio a esse mundo, viveu em família. Foi por você e por sua família que ele morreu, e foi por você e sua família que ele ressuscitou a fim de lhes dar esperança. Esperança de ter a sua casa restaurada, a sua família em paz servindo a Deus.

PASTOR ANDERSON BARBOSA


s 1.26 À nossa imagem: Este plural, pronunciado pelo Deus único, tem sido interpretado de diversas maneiras. Na realidade, ele parece sugerir a idéia de uma deliberação especial do Criador no momento de criar o gênero humano. Dentre todas as obras de Deus, somente a criação do ser humano é precedida por essa referência a uma solene decisão divina.

t 1.26 Cf. Sl 8.4-8.

u 1.27 Homem: Hebr. adam; designa aqui todo o gênero humano. Em outras passagens, esse mesmo termo tem o significado de um nome próprio (Adão). Cf. Gn 4.25.

v 1.27 À sua imagem, à imagem de Deus o criou: Os seres humanos não só são uma criação especial de Deus (ver Gn 2.7, nota h), como também foram criados à sua imagem, ou seja, estão dotados de características tais que lhes permitem entrar em uma relação pessoal com Deus e exercer, como seus representantes, o governo no mundo (v. 28). Cf. Gn 5.1; 9.6; 1Co 11.7; Tg 3.9.

x 1.27 Homem e mulher: O texto assinala expressamente que faz parte da condição humana, por vontade de Deus, o ser sexuado. Cf. Mt 19.4; Mc 10.6.

z 1.28 E Deus os abençoou: A bênção, aqui e no v. 28, não é uma ordem em si, mas a doação de uma capacidade aos animais e aos seres humanos.

a 1.28 Gn 5.1-2. A bênção divina, no AT, aparece vinculada, com freqüência, ao dom da fecundidade. Cf. Gn 17.16,20; 22.17; 26.12,24; 28.3. Ver também Gn 49.22-26, n.; Sl 128, nota a.

b 1.28 Que rasteja pela terra: Outra tradução possível: que se move sobre a terra. Referência a todos os seres terrestres.

c 1.29 Segundo alguns mitos muito difundidos no Antigo Oriente, os deuses criaram os humanos para que estes lhes proporcionassem alimento e realizassem as tarefas servis de que eles necessitam para o seu bem-estar. Aqui, porém, Deus é o que proporciona tudo o que é necessário para o bem-estar dos seres humanos, já que o Criador não possui nenhuma necessidade. Cf. Sl 50.9-13.

d 1.31 Tudo… era muito bom: Isto é, excelente. Esse superlativo se refere não a uma obra de Deus em particular, mas ao conjunto da criação. Ver 1.4, n.

e 1.3-31 O relato da criação em seis dias segue um nítido padrão, composto por cinco partes: a) introdução: “Disse Deus…” (3,6,9,[11],14,20,24,[26]); b) palavra criadora: marcada sempre por um verbo de ação (3,6,9,[11],14,20,24,[26]); c) realização: “E assim se fez” (3,7,9,[11],15,24,30); d) avaliação: “E viu Deus que isso era bom” (4,10,12,18,25,31); e) sucessão temporal: “Houve tarde e manhã, o… dia” (5,8,13,19,23,31).

[1]Sociedade Bíblica do Brasil: Bíblia De Estudo Almeida Revista E Atualizada. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005, S. Gn 1:31